27 de ago de 2010


Mesmo fora do debate, Yeda é atacada por concorrentes e direção do Cpers

Faixas contra a tucana decoravam o Centro de Eventos do Plaza São Rafael nesta manhã 

Por Vivian Eichler - www.clicrbs.com.br

Apesar de estar ausente por não ter sido convidada, a governadora Yeda Crusius protagonizou o início e o final do debate entre os governadores do Estado promovido pelo Cpers.

Nesta sexta-feira, no Hotel Plaza São Rafael, no centro de Porto Alegre, Aroldo Medina (PRP) José Fogaça (PMDB), Julio Flores (PSTU), Montserrat Martins (PV), Pedro Ruas (PSOL) e Tarso Genro (PT) debateram suas principais ideias para o Pirati caso sejam eleitos em outubro.

Faixas contra a tucana decoravam o Centro de Eventos. Logo na apresentação dos candidatos os candidatos Pedro Ruas (PSOL) e Júlio Flores (PSTU) destacaram a campanha contra a governadora promovida por entidades sindicais e partidos políticos.

— O Fora Yeda não terminou e vai continuar — bradou Ruas.

Ao final, a direção do Cpers leu uma nota respondendo a críticas por não ter convidado Yeda para o debate. Apesar de ausente por não ter sido convidada, a governadora Yeda Crusius protagonizou o início e o final do debate entre os governadores do Estado promovido pelo Cpers.

Faixas contra a tucana decoravam o salão do Centro de Eventos do hotel Plaza São Rafael. Logo na apresentação dos candidatos os candidatos Pedro Ruas (PSOL) e Júlio Flores (PSTU) destacaram a campanha "Fora Yeda" promovida por entidades sindicais e partidos políticos. Ao final, a direção do Cpers leu uma nota respondendo a críticas por não ter convidado a governadora para o debate.

"Não é possível que este governo que por quase quatro anos atacou os serviços públicos do RS e os direitos dos servidores, agora tenha alguma coisa a nos dizer", diz o texto. "Não deixamos de convidar um partido político, mas sim, uma inimiga declarada da educação pública no nosso Estado", finaliza o documento. A leitura levantou a plateia, que gritava em coro "Fora Yeda, Fora Yeda".

Yeda critica via twitter
De fora do painel, Yeda usou o microblog Twitter para, mais uma vez, criticar a atitude da instituição de deixá-la à margem do debate desta manhã.

"Oposição radical intransigente de não diálogo do CPERS com o veto a minha presença em seus debates mostra que a direção do CPERS é partidária. Onde está a democracia que dizem defender?", escreve o blogdayeda.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe sua opinião! O PSTU Gaúcho agradece sua participação.