20 de mai de 2011

Beijaço marca o dia nacional de luta contra a homofobia em Porto Alegre!

Para marcar o dia Nacional de luta contra a homofobia, a Assembleia Nacional dos Estudantes Livre – Anel e a CSP-conlutas,em Porto Alegre, reuniram cerca de 100 pessoas em uma manifestação inédita em um ponto tradicional da cidade, a Esquina Democrática. A manifestação construída em forma de BEIJAÇO teve a maior repercussão dos últimos anos deste tema na mídia no Estado, com exceção da Parada Livre de Porto Alegre.

O ato consolidou a campanha, “ É hora da virada Contra a Homofobia! Chega de Violência! Aprovação imediata do PL122/06! lançada pela ANEL e a CSP-Conlutas nacionalmente, aqui no Rio Grande do Sul.

A ofensiva homofóbica no Brasil!

Apenas em 2010, no Brasil, foram registrado, segundo o GGB*, 260 assassinatos de homossexuais, crimes motivados por ódio. Nem citamos os crimes não registrados como sendo homofobicos. Ou seja, com um crescimento de mais de 31% em relação a 2009, o que prova o fracasso do projeto Brasil sem Homofobia apresentado durante o governo do Ex-Presidente LULA. Na campanha eleitoral da presidente Dilma, ficou nítida a política do atual governo, de não apoiar as reivindicações do movimento, na medida em que, fez coligações com setores reacionários que impedem a aprovação do PL 122/06 e o casamento GAY, entre outras pautas reivindicadas pelo movimento GLBTTT.

Os recentes episódios envolvendo o deputado Jair Bolsonaro, reafirmam a necessidade da aprovação da criminalização da homofobia. Bolsonaro é a expressão de um setor da sociedade que incita a violência contra as pessoas que se relacionam com outras do mesmo sexo. A criminalização da homofobia é uma medida necessária para salvar milhares de vidas que são vitimas do preconceito em nosso país.

Construir uma grande campanha pela aprovação da criminalização da homofobia

É hora da virada, foi com muita luta dos movimentos GLBTTT que conseguimos a aprovação da união estável aos homossexuais no STF, agora não podemos parar por ai, queremos a aprovação do casamento civil. É só com a luta permanente que poderemos exigir a aprovação do PL 122/06, e todas as pautas do movimento GLBTTT. Esta campanha deve ser permanente, temos que sair nas escolas, universidades, locais de trabalho, fazer palestras, cursos, atos, sermos cada vez mais ousado, discutir com todos a nossa volta e dizer: - Basta, chega de violência, queremos direitos iguais, queremos a liberdade de expressão, queremos a aprovação da criminalização da homofobia.

Por Lisiane Storniolo

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe sua opinião! O PSTU Gaúcho agradece sua participação.