3 de nov de 2010

Mariano Ferreyra presente!
Estudantes brasileiros exigem punição aos assassinos!


Frente ao bárbaro assassinato de Mariano Ferreyra, jovem militante da esquerda argentina, a Assembléia Nacional de Estudantes – Livre (ANEL) manifesta –desde o Brasil- suas condolências a seus familiares e companheiros. O crime, cometido por parte do que há de mais sujo no terreno da burocracia sindical, nos comove e estimula a exigir do governo Cristina Kirchner imediata punição aos responsáveis.

A ANEL engrossa, portanto, o luto das organizações combativas de Argentina e de todo o mundo. Desejamos transformar o pesar desse trágico acontecimento em uma verdadeira campanha internacional pela prisão dos assassinos de Mariano. Nesse sentido, colocamo-nos a disposição da FUBA (Federação Universitária de Buenos Aires) e demais entidades estudantis argentinas para que juntos venhamos a desenvolver ações conjuntas.

Uma vez mais, está colocada a necessidade de lutar pelo próprio direito de lutar. Também no Brasil, o governo Lula promove uma ofensiva de criminalização e repressão aos movimentos sociais, combinado com a cooptação de entidades e o ataque ao livre direito de organização daquelas que não se curvam. Acontece que, além de seus ataques diretos, governos no mundo todo seguem contando com representantes no interior do movimento social – como aqueles que covardemente assassinaram Mariano.

Nesse sentido, nossa maior homenagem ao companheiro é seguir firmemente na luta em defesa dos interesses da classe trabalhadora – justamente o “crime” que custou sua vida.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe sua opinião! O PSTU Gaúcho agradece sua participação.