24 de out de 2011

PARTIDOS ALIADOS NO GOVERNO DILMA SE ENFRENTAM EM GRAVATAÍ

Não às eleições indiretas! Eleições Gerais, Já!

No dia 15, sábado, ocorreu a sessão na Câmara de vereadores de Gravataí que cassou o mandato da prefeita Rita Sanco e do vice Cristiano, ambos do PT.


O motivo alegado para as cassações foram as dívidas com a CEEE e CORSAN, que após serem renegociadas saltaram de 9 milhões para 120 milhões a serem pagos em 300 parcelas, além da nomeação de um ex-sócio da filha da prefeita para a procuradoria do município.


O PSTU defende o não pagamento dessas dívidas, pois é um absurdo que empresas públicas(CEEE e CORSAN) e um banco público (Banrisul) pratiquem a mais pura agiotagem com o dinheiro dos gravataienses, ao multiplicarem 14 vezes o valor da dívida.


Também defendemos que todas as denúncias devam ser apuradas e os responsáveis devam ir para a cadeia e terem seus bens confiscados.


No entanto, o que está colocado na câmara municipal é uma disputa pelo controle do aparato da prefeitura a revelia dos interesses da população e dos trabalhadores de Gravataí. É a antecipação do processo eleitoral de 2012.


O objetivo deste processo é promover a candidatura para prefeito do atual deputado estadual Marco Alba, o mesmo que no corrupto governo de Yeda, que desmontou os serviços públicos e desviou milhões de reais, era secretário e árduo defensor. Quem foi da turma da Yeda e é do partido de Sarney, Renan Calheiros, Padilha não defende os interesses da população.


Marco Alba possuí uma lista enorme de atitudes contra o povo e agora quer posar de bom moço, é a raposa velha com pele de cordeiro.


A RAPOZA NO GALINHEIRO
Mas quem são os algozes do PT?


A turma que cassou o mandato da prefeita tem suas credenciais. Não há escândalo neste país que não se veja políticos do PMDB, do DEM, do PTB, do PP, do PV ou do PSB envolvidos. Estes partidos todos nós conhecemos e sabemos que não possuem moral alguma para serem os defensores da moralidade pública.


Basta lembrar que estes vereadores são os mesmos que pretendiam aumentar em 100% os seus salários e só não aumentaram porque foram impedidos judicialmente.


Por fim, será que eles votariam pela cassação se a prefeita distribuísse mais cargos entre os vereadores?


DO PT DAS LUTAS PARA O PT DA COLABORAÇÃO DE CLASSES
O PT que hoje reclama ter sido vítima de um golpe é o mesmo que deu as costas para os trabalhadores e governou durante 15 anos a cidade a serviço da burguesia e de interesses próprios.


A SOGIL não tem nada a reclamar do PT, lucrou como nunca nestes 15 anos a custa dos usuários do péssimo transporte público, a GM agradece as benfeitorias e as isenções dadas pela prefeitura, obras que a prefeitura fez para a GM e nas vilas não são feitas. A prefeitura que é a quarta em arrecadação no estado não tem nenhum hospital público.


Mas, além de governar para os ricos o PT governa com os ricos. No governo Dilma, o PMDB ocupa a vice-presidência e vários ministérios, o PP, o PSB, o PTB também estão no governo, aliás, o PSB e o PTB estão também no governo Tarso.


O escândalo do mensalão mostrou que o PT se adaptara ao velho estilo toma lá, dá cá, de negociatas e corrupção.


O PT de hoje não é mais a expressão da luta e das reivindicações do povo. É o partido da ordem e da política de gabinetes.



POR UM GOVERNO DOS TRABALHADORES
O PSTU defende que os trabalhadores é quem devem decidir sobre os rumos da prefeitura, não somos a favor do Impeachment, mas afirmamos que o principal responsável por isso é o próprio PT.


Somos a favor que os governos sejam depostos pela ação direta das massas, e por isso apoiamos o Fora Collor, o Fora FHC e o Fora Yeda, para citar alguns exemplos, mas o que se passa na câmara de vereadores é a mera antecipação das eleições de 2012, sem nenhuma preocupação com os anseios e as necessidades dos trabalhadores.


Não é democrático que 14 vereadores elejam o novo ou a nova prefeita da cidade, defendemos que seja convocada uma nova eleição. Que a população decida, eleições, já!


Os atuais vereadores já demonstraram que o que os move são os interesses próprios, como aumento de salário, verbas da prefeitura e benefícios para os amigos. Essa camara não tem legitimidade para eleger ou cassar ninguém, nem moral para permanecer como vereadores.


O PSTU defende que a prefeitura deva assumir um programa a serviço dos trabalhadores e com os trabalhadores, através dos conselhos populares.



- NÃO Á ELEIÇÃO INDIRETA PARA A PREFEITURA - ELEIÇÕES GERAIS PARA PREFEITURA E CAMARA DE VEREADORES!

- NÃO PAGAMENTO DAS DÍVIDAS COM CEEE E CORSAN!

- PRISÃO E CONFISCO DOS BENS DE TODOS OS CORRUPTOS E CORRUPTORES!

- MAIS VERBAS PARA SAÚDE, EDUCAÇÃO E HABITAÇÃO!

- FIM DO MONOPÓLIO DA SOGIL – POR UM TRANSPORTE PÚBLICO MUNICIPAL!

- FIM DAS ISENÇÕES PARA AS GRANDES EMPRESAS!

- CRECHES PARA TODAS AS CRIANÇAS!

- PELA REABERTURA DA ESCOLA SANTA RITA!


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe sua opinião! O PSTU Gaúcho agradece sua participação.