26 de mar de 2014

Isenções Fiscais de 25 milhões para Empresários e aumento da passagem em Porto Alegre para o povo trabalhador! É preciso voltar as ruas para lutar por nossos direitos!




O Prefeito Fortunati(PDT) na véspera do aniversário da Capital dos gaúchos preparou um presente de grego para os Porto-Alegrenses.

Primeiro em acordo com o Governo Tarso Genro( PT) aprovou em um grande teatro na Assembleia Legislativa projeto de lei que garante isenção fiscal de até R$ 25 milhões as empresas que bancarem as estruturas temporárias da Copa do Mundo no Beira Rio dando isenções de R$ 25 milhões. O detalhe foi assistir o PT e o PC do B defenderam com unhas e dentes a Copa da FIFA e a direita tradicional fingindo estar preocupada com os cofres públicos mas na verdade querendo desgastar Tarso.
Esse projeto foi votado precedido de declarações do prefeito que colocava em risco a própria realização do mundial da Fifa em Porto Alegre por falta de verbas. A Prefeitura ao conceder isenções aos empresários coloca os gastos do mundial para serem pagas pelo povo trabalhador em detrimento a investimento em saúde, educação e transporte. Essa é a lógica do Governo Fortunati para os empresários tudo para os trabalhadores migalhas.
Junto com isso a prefeitura anuncia uma nova tentativa de aumentar o preço das passagens de ônibus na capital. Querem um reajuste de 5,66% baseado no aumento salarial dos rodoviários, o aumento no óleo diesel e a redução no Índice de Passageiros Equivalentes Transportados por Quilômetro (IPK). As mesmas questões de sempre, a mesma lógica de conduzir o transporte como um direito de poucos, ao invés de popularizá-lo e aumentar a qualidade! Não vamos deixar passar, eles não vão seguir engordando o bolso dos empresários! Estamos a menos de 80 dias da realização da Copa e Fortunati quer reacender a chama das manifestações, provando mais uma vez que governa de costas para a população!
Seguir o exemplo dos Garis do Rio de Janeiro e dos Rodoviários de Porto Alegre para retomar o caminho das mobilizações
Ocorreram nesses primeiros dois meses do ano importantes processos de luta pelo país com grandes greves e mobilizações de trabalhadores. A greve do Comperj, dos Garis e dos Rodoviários de Poa foram todas rebeliões de base contra a burocracia que dirige os seus sindicatos e patrões.
A opinião do PSTU é que devemos priorizar as ação coletivas para retomar o caminho das grandes mobilizações de junho. Neste sentido, é dever do movimento retomar as pautas unitárias e impulsionar novamente a luta contra o aumento das passagens e as demandas não atendidas de junho.
Iremos às ruas, com certeza, não só para lutar contra o aumento, mas para defender uma Porto Alegre 100% CARRIS com o transporte estatizado; para lutar contra a repressão e a criminalização dos movimentos sociais e combater todas as injustiças da Copa!
SE A PASSAGEM AUMENTAR, PORTO ALEGRE VAI PARAR!
PREFEITO DA ELITE, O POVO TE DEMITE!
Todos ao ato do dia 2 de abril contra o aumento da passagem!
PSTU Rio Grande do Sul

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe sua opinião! O PSTU Gaúcho agradece sua participação.