13 de mai de 2015

13 de Maio não há nada para comemorar: É dia de uma falsa abolição!


Abolição da Escravidão: 127 anos de mentira!

A Lei Áurea, assinada pela Princesa Isabel em 13 de maio de 1888, não garantiu liberdade ao povo negro. Foi um falso consenso das elites para não reparar os 350 anos de escravidão que obrigou negros e negras a trabalharem de graça e feito bichos para "seus donos".

A escravidão foi a forma mais lucrativa para os capitalistas e o modelo de trabalho mais perverso da humanidade. Rendeu muita riqueza para o tesouro nacional e as classes ricas e latifundiárias da época. Atualmente, o racismo vigora com força em nosso país e continua gerando lucro com a superexploração e a opressão da classe trabalhadora, cuja maioria é negra e composta essencialmente por mulheres.

Os maiores escravocratas de hoje são as empresas, principalmente as que exploraram negócios na Amazônia, região recordista em libertação de trabalhadores e em números de fazendas em que há autuações e onde se concentram a exploração e a opressão da classe trabalhadora baseadas no trabalho escravo.

Em todas as cidades do país há milhares de trabalhadores e trabalhadoras desempregados, no subemprego ou em empregos precários, como os imigrantes latinos americanos cativos em tecelagens, oficinas de costuras e na construção civil.

A repressão violenta dos senhores de escravos foi substituída pelo recrudescimento dos governos, arrocho salarial, perda de direitos sociais e ação enérgica da policia militar e das milícias, que exterminam jovens negros e negras nas periferias. Portanto, neste dia 13 não há nada para comemorar!

20 de novembro – Dia Nacional da Consciência Negra – é a data que representa a verdadeira luta e resistência do povo negro!!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe sua opinião! O PSTU Gaúcho agradece sua participação.