13 de mai de 2014

13 de Maio: Uma data a ser DEScomemorada


A Abolição da Escravatura é uma das maiores farsas da história deste país

Por Hilda Mathias DobalSecretaria de Negras e Negros do PSTU

Após 126 anos da Abolição da Escravatura no Brasil, a vida do povo negro continua muito difícil. A conhecida Lei Áurea, sancionada pela Princesa Isabel em 13 de maio de 1888, não libertou negras e negros das correntes, pois eles já tinham conquistado a sua liberdade e viviam nos quilombos.

O fato é que a escravatura já não era mais rentável ao modelo econômico que se desenhava e o governo brasileiro, além de ter sido o último país "independente" da América Latina a oficializar a abolição da escravidão no papel, não se preocupou em oferecer condições para que africanos escravizados pudessem ser integrados ao mercado de trabalho formal e assalariado, e os setores da elite do país continuaram agindo com preconceito e de forma dominadora. Por causa disso, a maioria da população negra têm hoje grandes dificuldades para conseguir empregos e manter uma vida com as condições mínimas necessárias para a sobrevivência (moradia, saúde e educação).

Atualmente, negras e negros no Brasil são marginalizados e ocupam os piores postos de trabalho. A maioria está inserida no mercado terceirizado e informal e o desemprego chega a ser 40% maior que entre os brancos. O salário da população negra é hoje a metade do valor pago aos trabalhadores brancos e as mulheres negras, duplamente oprimidas, recebem 60% a menos que um homem branco, sendo parte do setor mais pobre e vulnerável da sociedade. A maior parte do povo negro que saiu das senzalas habita hoje as favelas e segue sofrendo com a violência promovida pelos aparatos repressivos do Estado, como as UPPs dos governos federal e as polícias estaduais e municipais.

Portanto, não temos nada a comemorar no 13 de Maio. Temos sim é que desconstituir essa falsa história que é uma das maiores farsas deste país. Temos sim que continuar a lutar contra a perversa exploração de classe, contra o racismo e a opressão que prende, tortura e mata negras e negros todos os dias!